QUESTÃO 20: COMO PODEMOS RESPONDER A DEUS QUANDO ELE NOS ABORDA?

(Texto em edição)
TERCEIRO CAPÍTULO YOUCAT 
O SER HUMANO RESPONDE A DEUS
Youcat Responde: “Responder a Deus significa crer n’Ele [142-149].
E continua: “Quem deseja crer precisa de um ‘coração que escuta’. Deus procura o contato conosco de múltiplas formas. Em cada encontro humano, em cada experiência da natureza que nos toca, em cada aparente acaso, em cada desafio, em cada sofrimento… Deus deixa-nos uma mensagem escondida. Ele fala-nos ainda mais claramente quando Se dirige a nós pela Sua Palavra ou pela voz da consciência. Ele trata-nos como amigos. Por isso, também nós, como amigos devemos corresponder-Lhe, crendo e confiando totalmente n’Ele, aprendendo a conhece-l’O cada vez melhor e a aceitar sem reserva a Sua vontade.”
“Crer é essencialmente o acolhimento de uma Verdade que a nossa razão não consegue atingir, um acolhimento simples e incondicional, como se se tratasse de uma prova.” Beato John Henry Newman (1801-1890, filósofo e teólogo inglês convertido, mais tarde, cardeal da Igreja Católica).
Beato John Henry Newman

Beato-John-Henry-Newman.jpg

   REFLEXÃO
Ao longo de sua história, a cristandade apresenta grande diversidade de respostas ao chamado, ao Projeto, de Deus. Daí, as numerosas e santas vocações, muitas delas seladas com o martírio.
Mas, também há, até mesmo, sob o branco véu da Santa Igreja, aqueles que não questionam, não respondem e não se preocupam com Deus, porque não abriram a porta ao derramamento da graça da fé. 
Muitos, podem estar mais ocupados com o lado material desta vida, conforme o exemplo de Marta, irmã de Lázaro, e muito, porém, determinam-se em largar tudo o mais para estar com Jesus, a exemplo de Maria (texto, a seguir):
Leitura (Lc 10, 38-42):
 “38.Jesus entrou num povoado, e uma mulher, de nome Marta, o recebeu em sua casa.39.Ela tinha uma irmã, Maria, a qual se sentou aos pés do Senhor e escutava a sua palavra. 40.Marta, porém, estava ocupada com os muitos afazeres da casa. Ela aproximou-se e disse: “Senhor, não te importas que minha irmã me deixe sozinha com todo o serviço? Manda pois que ela venha me ajudar!”   41.O Senhor, porém, lhe respondeu: “Marta, Marta! Tu te  preocupas e andas agitada com muitas coisas. 42.No entanto, uma só é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada”.
Na Igreja, com frequência, se observa certa corrente muito voltada ao lado social, material, da comunidade, a ponto de marginalizar o lado espiritual, sobrenatural. Na verdade, esta corrente tende a colocar o ser humano à frente de Deus. Prende-se ao mundo das coisas e esquece o objetivo maior, a Salvação Eterna, objeto maior da vinda de Jesus.
Na verdade, não podemos tirar os pés do chão, porem é necessário seguir o exemplo de Jesus.
Jesus viveu fazendo o bem: ensinando, curando, amando. Entretanto, antes de descer ao campo da ação social, em defesa dos pobres, Ele se recolhia para estar com o Pai, Deus, sua Força e razão de Sua vinda a este mundo. 
Jesus obedecia a ordem de valores dos mandamentos, vejamos (Mc 12,28-33):
“Um dos escribas, que tinha ouvido a discussão, percebeu que Jesus dera uma boa resposta. Então aproximou-se dele e perguntou: “Qual é o primeiro de todos os mandamentos? Jesus respondeu: “O primeiro é este: ‘Ouve, Israel! O Senhor nosso Deus é um só.
Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, com toda a tua alma, com todo o teu entendimento e com toda a tua força! ’E o segundo mandamento é: ‘Amarás teu próximo como a ti mesmo’! Não existe outro mandamento maior do que estes.”O escriba disse a Jesus: “Muito bem, Mestre! Na verdade, é como disseste: ‘Ele é único, e não existe outro além dele’. Amar a Deus de todo o coração, com toda a mente e com toda a força, e amar o próximo como a si mesmo, isto supera todos os holocaustos e sacrifícios”.
E ainda: “Não temais aqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma; temei antes aquele que pode precipitar a alma e o corpo na geena”. (Mt 10,28)

E Jesus deu-nos o magnífico exemplo: entregou seu corpo aos algozes para ressuscitar, no terceiro dia.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *