QUESTÃO 313 – YOUCAT: POR QUE UM PECADOR DEVE VOLTAR-SE PARA DEUS E PEDIR-LHE PERDÃO?

(Em edição)

QUESTÃO 313: POR QUE UM PECADOR DEVE VOLTAR-SE PARA DEUS E PEDIR-LHE PERDÃO?

Foto1_A volta do Filho Pródigo_785px-Rembrandt_Harmensz_van_Rijn_-_Return_of_the_Prodigal_Son_-_Google_Art_Project

A parábola do filho pródigo voltando ao lar paterno (Lc 15) espelha muito bem a desgraça do pecador e a misericórdia de Deus.

 

 

YouCat responde: O pecado, ofusca destrói ou nega o bem. Deus, por Seu turno, que é totalmente bom, é também o autor de todo o bem. Por isso o pecado atenta (também) contra Deus, pelo que a ordem só em contato com Ele poderá ser reestabelecida. [1847] 1824, 1849.

Citações:

a) Se dissermos que não temos pecado enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Jo 1,8

b) Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar e nos purificar de toda a maldade. 1 Jo 1,9  

REFLEXÃO

O pecado é realmente uma ofença a Deus, ofença posta, às escondidas, por Satanás no coração do ser humano.

Como se sentirá o pai (Deus, no caso), qual será a sua dor, ao ver um filho ou filha (Eva, no caso) ser aliciado por alguém da rua (Satanás, no caso); alguém que lhe vem falar mal do seu pai, desvalorizar seus santos e edificantes ensinamentos? Pois, foi assim que aconteceu, no princípio.

E posso crer que Deus chorou e Se viu forçado a fechar as portas do Paraíso àquele primeiro casal de seres humanos.

O pecado é uma enfermidade contagiosa terrível mas, Deus é misericordioso; Ele não abandona o pecador. O pecador é um doente que precisa de um único médico. E Deus é o único médico disponível.  Está sempre à espera, com a porção sagrada da converção e da restauração da harmonia universal e da paz espiritual.  A dificuldade está no fato de o pecador ser quase sempre muito arredio e insubordinado, em sua liberalidade.

Jesus primeiramente disse: Teus pecados te são perdoados. Depois, acrescentou, levanta-te pega a tua cama e vai para tua casa.

Pecar significa transgredir a lei. O pecador ofende a Deus quando deixa de cumprir seus mandamentos.

“O Judaísmo considera a violação de um mandamento divino como um pecado. O judaísmo ensina que o pecado é um ato e não um estado do ser. A Humanidade encontra-se num estado de inclinação para fazer o mal (Gen 8:21) e de incapacidade para escolher o Bem em vez do Mal (Salmo 37:17). O Judaísmo usa o termo “pecado” para incluir violações da Lei Judaica que não são necessariamente uma falta moral. De acordo com a Enciclopédia Judaica, “O Homem é responsável pelo pecado porque é dotado de uma vontade livre (“behirah”); contudo, Ele tem uma natureza fraca e uma tendência para o Mal: “Pois o coração do Homem é mau desde a sua juventude” (Gen,8,21; Yoma,20a; Sanh105a). Por isso, Deus na sua misericórdia permitiu ao Homem arrepender-se e ser perdoado. O Judaísmo defende que todo o Homem nasce em pecado, pois a consequência de Adão recai sobre os outros homens, conforme o Salmo 51,5: “Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.” (https://pt.wikipedia.org/wiki/Pecado)”




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *