QUESTÃO 326 – YOUCAT: QUANDO ATUA UMA AUTORIDADE COM JUSTIÇA?

(Em edição)

QUESTÃO 326: QUANDO ATUA UMA AUTORIDADE COM JUSTIÇA?

Politico-Aristoteles-político

YouCat responde: Uma autoridade atua com justiça quando trabalha para servir o BEM COMUM e aplica os meios justos para atingir esse objetivo. [1903-1904,1921] 

E continua: Os cidadãos têm de contar com um Estado que seja um Estado de direito, no qual as regras são vinculativas para todos. Ninguém se dever servir de leis arbitrárias e injustas, ou que contradigam a ordem moral natural, pois, neste caso, existe o direito e, em certas situações, até o dever de resistência.

poder_autoridade

Citações: BEM COMUJM. O bem comum é aquele que é comum a todos. Compreende “o conjunto daquelas condições de vida social que permitem às pesoas, às famílias e aos grupos poderem alcançar mais plena e facilmente a sua própria perfeição. Gaudium et spes, nº74.

REFLEXÃO

A Sagrada Escritura é categórica, incisiva, em relação à justiça dos seres humanos:

“Eis o que diz o Senhor: Maldito o homem que confia em outro homem, que da carne faz o seu apoio e cujo coração vive distante do Senhor! Assemelha-se ao cardo da charneca e nem percebe a chegada do bom tempo, habitando o solo calcinado do deserto, terra salobra em que ninguém reside. Bendito o homem que deposita a confiança no Senhor, e cuja esperança é o Senhor. Assemelha-se à árvore plantada perto da água, que estende as raízes para o arroio; se vier o calor, ela não temerá, e sua folhagem continuará verdejante; não a inquieta a seca de um ano, pois ela continua a produzir frutos. Nada mais ardiloso e irremediavelmente mau que o coração. Quem o poderá compreender? Eu, porém, que sou o Senhor, sondo os corações e escruto os rins, a fim de recompensar a cada um segundo o seu comportamento e os frutos de suas ações. Qual perdiz a chocar ovos que não pôs, tal é aquele que pela fraude se enriqueceu; em meio à vida, precisa deixá-los; demonstra, pelo seu fim, ser insensato.” (Jr 17, 5-11)

“Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus!” (Mt 5, 10). “Digo-vos, pois, se vossa justiça não for maior que a dos escribas e fariseus, não entrareis no Reino dos céus”. (Mt 5, 20).

Feito à imágem e semelhança de Deus, o ser humano é vocacionado à prática da justiça, para o bem, porque Deus é a fonte de todo o bem. Podemos concluir que nossa vocação é Deus mesmo, fomos feitos voltado para Deus; é em Deus que podemos encontrar toda a justiça, toda felicidade, todo o significado do ser, a glória eterna. E, se assim é, oremos pela nossa conversão!… Trabalhemos todos, pelo BEM COMUM!…




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *