QUESTÃO 288 – YOUCAT: O SER HUMANO É RESPONSÁVEL POR TUDO O Q UE FAZ?

QUESTÃO 288: O SER HUMANO É RESPONSÁVEL POR TUDO O QUE FAZ?  

YouCat responde: O ser humano é responsável por tudo o que faz conscientemente e de livre vontade [1734-1737, 1745-1746]

E continua: Ninguém pode ser (totalmente) julgado por algo que fez sob pressão, medo, desconhecimento, influência de drogas ou poder de maus hábitos. Quanto mais uma pessoa conhece o bem e atua no bem, tanto mais se afasta da escravidão do pecado (Rm 6,17; 1Cor 7,22). Deus sonha com tais pessoas livres, que assumem ou podem assumir a responsabilidade por si mesmas, pelo seu meio e por todo o planeta. No entanto, também ao que não é livre se dedica o amor misericordioso de Deus, que lhe oferece a cada dia a oportunidade de se deixar libertar.

Citações:

  • Só quem criou o ser humano o pode fazer feliz. Santo Agostinho.
  • O caminho para a meta começa no dia em que assumes a total responsabilidade pelo teu agir. Dante Alighieri (1265-1321, filósofo e grande poeta italiano).

 

 

Fto-Liberdade-2.jpg-leitorcabusolo.com.br

Não precisamos de liberdade, precisamos de autonomia! (http://leitorcabuloso.com.br/2015/05/ coluna-nao-precisamos-de-liberdade/)

REFLEXÃO

O site leitorcabuloso.com.br, acima citado, nos diz que a liberdade é a sensação da possibilidade de se ter diversas escolhas, enquanto autonomia é a capacidade de dizer não e de saber escolher. Assim, ter autonomia é saber dizer não.

E continua: “acredito que seja isso que devemos ensinar a nossos filhos: a ter autonomia. Eu posso gastar todo o meu dinheiro comprando livros, quadrinhos, mangás e o que mais me der na telha. Eu tenho liberdade de fazê-lo, mas, então, por que não o faço? Porque eu tenho autonomia. Eu sei que se usar cada centavo para comprar aquilo que quero, ficarei sem dinheiro para pagar minha contas. Liberdade, dadas as devidas proporções, todos temos, mas autonomia será que temos? Liberdade sem autonomia é anarquia. Um filho precisa ouvir não, precisa de limites para quando estiver longe dos pais ou daqueles que o protegem possa tomar decisões sem prejudicar a si próprio ou a outras pessoas.”

Assim, liberdade pode ser bênção ou maldição, a decisão é nossa; por isso, Jesus nos ensinou a rezar: “Pai nosso,… seja feita a vosssa vontade, … e não nos deixeis cair em tentação… livrai-nos do mal.”

A liberdade nos pode levar ao caos! E há alguém muito interessado em nos aconselhar este caminho: Satanás.

 


Pedro Furtado Leite Engenheiro Florestal aposentado.