QUESTÃO 302 – YOUCAT: COMO SE AGE COM JUSTIÇA?

(Em edição)

QUESTÃO 302: COMO SE AGE COM JUSTIÇA?

YouCat responde: Age-se com justiça quando se dá a Deus e ao próximo aquilo que lhes pertence. [1807,1836]

E continua: O lema da justiça é “a cada um o que é seu”. Uma criança portadora de deficiência deve ser apoiada de forma diferente de uma criança sobredotada, para que ambas vejam o seu direito respeitado. A justiça esforça-se pelo equilíbrio e anseia por que as pessoas obtenham o que lhes pertence. Também perante Deus temos de exercer a justiça dando-Lhe o que é Seu: o nosso amor e o nosso respeito.

Citações:

A justiça sem a misericórdia é insencível, a misericórdia sem a justiça é desonrosa. Friedrich von Bodelschwingh (1831-1910, teólogo evangélico e fundador da Casa de Saúde de Betel). 

REFLEXÃO 

Somos frequentemente defrontados com situações em que a prática da justíça exige sabedoria, determinação e coragem.

“É nisto que se conhece quais são os filhos de Deus e quais os do demônio: todo o que não pratica a justiça não é de Deus, como também aquele que não ama o seu irmão” (I Jo 3,10).

A César o que é de César

            É justo pagar imposto a César? A César o que é de César.

Jesus mesmo foi posto a prova, entre outras coisas, a respeito da justiça. Certa feita o interrogaram: “Dize-nos, pois, o que te parece: É permitido ou não pagar o imposto a César? Jesus, percebendo a sua malícia, respondeu: Por que me tentais, hipócritas? Mostrai-me a moeda com que se paga o imposto! Apresentaram-lhe um denário. Perguntou Jesus: De quem é esta imagem e esta inscrição? De César, responderam-lhe. Disse-lhes então Jesus: Dai, pois, a César o que é de César e a Deus o que é de Deus. Esta resposta encheu-os de admiração e, deixando-o, retiraram-se”. (Mt 22, 18-22). E Abraão, nosso pai na fé, em um inédito diálogo com o Senhor a respeto do extermínio de Sodoma e de Gomorra, questionou Deus sobre a justiça: “Não, vós não poderíeis agir assim, matando o justo com o ímpio, e tratando o justo como ímpio! Longe de vós tal pensamento! Não exerceria o juiz de toda a terra a justiça?” (Gn 18,26).

A prática da justiça deve ser prato de todo dia da criatura humana mas, não basta somente fazer justiça, é preciso amar. A justiça de Deus é o Seu imenso amor por todas as Suas criaturas.



Pedro Furtado Leite Engenheiro Florestal aposentado.