QUESTÃO 336- YOUCAT: COMO ENCARA JESUS A LEI DA ANTIGA ALIANÇA?

(Em edição)

QUESTÃO 336: COMO ENCARA JESUS A LEI DA ANTIGA ALIANÇA?

YouCat responde: “Não penseis”, diz Jesus no Sermão da Montanha, “que vim revogar a Lei ou os Profetas”, não vim revogar mas, completar”. (Mt 5, 17) [1965-1972, 1977, 1983-1985].

E continua: Jesus viveu totalmente, como um judeu crente, as noções e exigências éticas do Seu tempo. Mas, Ele afastou-Se de uma série de intepretações da Lei puramente literais e formais.

Citações:

  • A Lei era uma pedagogia e uma profecia dos bens futuros. Santo Ireneu de Leão. 
  • Deus escreveu sobre as Tábuas da Lei o que a humanidade não leu no seu coração. Snto Agostinho.

REFLEXÃO

No Sermão da Montanha, Jesus diz que veio fazer parte da humana lida para completar o que estava determinado pela Lei ou pelos anúncios profético, desde o início. E tudo está posto em favor da vida.

Em sua intensa caminhada, o povo de Deus perambulou longamente por estranhas terras, sofreu influência de diferentes povos. Se, desde o início, ainda com Moisés, mostrou-se difícil a ponto de ser apelidade de povo de cabeça dura, é possível imaginar a confusão em que o povo se encontrava no tempo da vinda de Jesus. E Jesus, desfazendo confusões, lhes ensinava: “O sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado”  (Mc 2,27) 

Fica também, para cada cristão, este ensinamento: No Reino de Deus, tudo foi posto e está posto em favor da vida. 
A Lei é importante, tem seu lugar na caminhada do povo, entretanto, o amor deve prevalecer, acima de tudo. O apegar-se a normas, a leis, por simples capricho ou imposição da vontade humana, não faz parte dos benditos ensinamentos da Nova e Eterna Aliança. Há que se buscar, antes de tudo, conhecer e vivenciar a vontade de Deus.