QUESTÃO 382 – YOUCAT: É PERMITIDA A EUTANÁSIA?

(Em edição)

QUESTÃO 382: É PERMITIDA A EUTANÁSIA?

euthanasia_machine_australia

A Máquina de Eutanásia (do grego ευθανασία – ευ “bom”, θάνατος “morte”) é a prática pela qual se abrevia a vida de um enfermo incurável de maneira controlada e assistida por um especialista. –  https://pt.wikipedia.org /wiki/Eutan%C3%A1sia

YouCat responde: Provacar a morte ativamente intenta sempre contra o mandamento “Não matarás!” (Ex. 20,13). Pelo contrário, assistir a uma pessoa no processo de morte constitui mesmo um mandamento humano. [2278-2279].  

E continua: Os conceitos “eutanásia ativa” e “eutanásia passiva” obscurecem frequentemente os debates. O que está em questão é se matamos uma pessoa que está morrendo ou se permitimos que ela morra. Quem, no caso da chamada “eutanásia ativa”, assiste uma pessoa para que ela morra atenta contra o quinto Mandamento; quem, no caso da “eutanásia passiva”, assiste uma pessoa quando ela morre obedece ao Mandamento do amor ao próximo. Neste último caso, em que a morte de um passiente é iminente, trata-se de renunciar a medidas extraordinárias, dispendiosas e sem efeito. A decisão aqui pertence ao próprio paciente, que o pode determinar antecipadamente por testamento vital; caso não o tenha feito nem esteja agora em condições de o fazer, um legítimo representante terá de tomar a decisão em conformidade com a vontade declarada ou provável do paciente. O cuidado da pessoa que está morrendo nunca deve ser interrompido; é um mandamento de amor ao próximo e da misericórdia. Neste âmbito, é legítimo, e corresponde à dignidade humana, administrar medicamentos paleativos, é decisivo que a morte não seja desejada, nem como fim nem como meio. 393.

Citações:

  • Ninguém, em circunstância alguma, pode reivindicar para si o direito de destruir diretamente um ser humano inocente. Congregação para a Doutrina da Fé, Donum Vitae.
  • A oferta de assistência, e não o movimento de eutanásia, é a resposta humanamente aceitável à nossa situação. O poder da imaginação e da solidariedade em face aos problemas gigantescos que temos pela frente só podem ser mobilizados se o recurso negativo for bloqueado de forma inexorável. Onde a morte é cultivada e considerada parte da vida, aí desponta a civilização da morte. Robert Spaemann (filósofo alemão).

REFLEXÃO

Concretamente, amar significa lutar pela vida, até mesmo, gastando, doando e entragando a própria vida. 
Quem está disposto a amar até às últimas consequências, este é verdadeiramente um cirstão, um seguidor de Nosso Senhor Jesus Cristo. 
Amar é caminho de santidade, é tomar a cruz e seguir o Cristo!…


Pedro Furtado Leite Engenheiro Florestal aposentado.