QUESTÃO 404 – YOUCAT: O QUE É O AMOR CASTO ? POR QUE UM CRISTÃO DEVE VIVER CASTAMENTE?

(Em edição)

QUESTÃO 404: O QUE É O AMOR CASTO? POR QUE UM CRISTÃO DEVE VIVER CASTAMENTE?

frascastidade-e-el_amor_casto_engrandece_a_las_almas_-victor_hugo

http://www.frasesgo.com/frase/frase-de-victor_hugo-134479.html

YouCat responde: O amor casto é o amor que se defende contra todas as forças internas e externas que o procuram destruir. É casta aquela pessoa que assumiu constantemente a sua sexualidade e a integrou bem na sua personalidade. > Castidade e continência não são o mesmo. Até uma pessoa que tem um vida sexual ativa no matrimônio deve ser casta; ela comporta-se castamente quando a sua atividade corporal é expressão de um amor sério e fiel. [2238]

E continua: A castidade não deve ser confundida com beatice. Uma pessoa que vive castamente não é um joquete dos seus desejos, mas vive conscientemente a sua sexulidade pelo amor e como expressão desse amor. A falta de castidade enfraquece o amor e obscurece o seu sentido. A Igreja Católica defende o princípio “ecológico”, isto é, totalizande, da sexualidade: primeiro, contém o desejo sexual, que é algo bom e belo; segundo, o amor pessoal; terceiro, a vitalidade, ou seja, abertura aos filhos. E tal como a cerveja é feita de lúpulo, malte e água que sabem bastante mal separados e bastante bem juntos, a Igreja Católica defende que aqueles três aspectos são bastande indissociáveis. Quando, na verdade, um homem tem uma mulher para o prazer sexual, uma segunda para o romantismo e uma terceira para ter filho ele instrumentaliza todas as três e não ama realmente nenhuma.

Citação:

  • Tudo o que torna fácil o encontro sexual promove ao mesmo tempo a sua queda no precipício da insignificância. Paul Ricoer, (1913 – 2005, filósofo francês).
  • CASTIDADE (lat. castitas = pureza, integridade) É uma virtude com que uma pessoa apta para a paixão reserva o seu desejo erótico para o amor consciente e decididamente, resistindo à tentação de se perder na satisfação voluptuosa dos elementos sexuais.
  • Ainda não sei com quem um dia casarei. Mas, não quero trair já, neste momento, a minha futura mulher. Um estudante, quando lhe foi perguntado porque ainda não tinha estado na cama com uma jovem.

REFLEXÃO

A sexualidade é o instrumento criado por Deus para a perpetuação natural da vida, sem artificialismo, sem corrupção, com amor, com devoção. A humanidade é aquela vinha de que o Senhor Jesus fala no Evangelho; aquela vinha para a qual Ele foi enviado e pela qual entregou Sua vida (foi assassinado) como resgate; e pela qual foi erguido numa cruz, fora dos muros da cidade; onde o amor casto, a inocência, o próprio Deus, aparenta ficar submisso à maldade.

“Ouvi outra parábola [disse Jesus]: havia um pai de família que plantou uma vinha. Cercou-a com uma sebe, cavou um lagar e edificou uma torre. E, tendo-a arrendado a lavradores, deixou o país. Vindo o tempo da colheita, enviou seus servos aos lavradores para recolher o produto de sua vinha. Mas os lavradores agarraram os servos, feriram um, mataram outro e apedrejaram o terceiro. Enviou outros servos em maior número que os primeiros, e fizeram-lhes o mesmo. Enfim, enviou seu próprio filho, dizendo: 

Hão de respeitar meu filho. Os lavradores, porém, vendo o filho, disseram uns aos outros: Eis o herdeiro! Matemo-lo e teremos a sua herança! Lançaram-lhe as mãos, conduziram-no para fora da vinha e o assassinaram. Pois bem: quando voltar o senhor da vinha, que fará ele àqueles lavradores? Responderam-lhe: Mandará matar sem piedade aqueles miseráveis e arrendará sua vinha a outros lavradores que lhe pagarão o produto em seu tempo. Jesus acrescentou: Nunca lestes nas Escrituras: A pedra rejeitada pelos construtores tornou-se a pedra angular; isto é obra do Senhor, e é admirável aos nossos olhos (Sl 117, 22-123). Por isso vos digo: ser-vos-á tirado o Reino de Deus, e será dado a um povo que produzirá os frutos dele.”

 

Livros sugeridos

“Leve Deus aos doente; valera’ mais do que qualquer tratamento!”São Padre Pio de Pietrelcina

Newsletter

Receba as novidades, artigos e noticias deste portal.

† Ad Majorem Dei Gloriam †



Pedro Furtado Leite Engenheiro Florestal aposentado.