QUESTÃO 405 – YOUCAT: COMO SE PODE VIVER UM AMOR CASTO? COMO SE ATINGE ESSA META?

(Em edição)

QUESTÃO 405: COMO SE PODE VIVER UM AMOR CASTO? COMO SE ATINGE ESSA META?

amor-casto-dom_quixote_sonhar_o_sonho_impossivel_sofrer_a_angustia_kr0560

 Eis o grande desafio, especialmente do jovem, de todos os tempos: https://pensador.uol.com.br/frase/MjM2ODk3/

YouCat responde: Castamente vive quem é livre para o amor e não quem é escravo dos seus impulsos e paixões. Tudo o que faz com que uma pessoa ganhe significado, naturalidade, liberdade e afeto contribui para um amor mais casto. [2338-2345]

E continua: Uma pessoa torna-se livre para o amor através da autodisciplina, que se deve adquirir, exercitar e conservar em cada etapa da vida. Para isso contribui, em qualquer situação, permanecer fiel aos Mandamentos de Deus, fugir ou guardar-se das tentações, evitar toda a forma de vida dupla ou > Dupla Moral, e fortalecer-se no amor. Poder viver um amor puro e indiviso é, portanto, uma graça e um maravilhoso dom de Deus.

Citações:

  • Onde o amor emerge, ele segura todos os outros impulsos e sublima-os em amor. São Bernardo Claraval.
  • A soberania sobre o momento implica a soberania sobre a vida. Marie von Ebner- Eschenbach, 1830-1910, escritora austríaca) 

REFLEXÃO

A autodisciplina é o caminho para o amor, e tudo o mais, porque o ser humano é um constructo, um projeto, entregue a si mesmo. É no exercício da liberdade que ele há de se conter, e de se soltar, até se moldar convenientemente, na busca da perfeição. Entregue a si mesmo, e aberto ao Pai-Criador, ele é como o barro nas mãos do oleiro, moldado e demolido, reformado e aperfeiçoado, em seus designio, exigências e buscas, até a perfeição desejada.

A autodisciplina é caminho de santidade; bem-aventurado aquele que o trilhar com amor.

 

 

 



Pedro Furtado Leite Engenheiro Florestal aposentado.